São Borja - RS, Sábado, 25 de Outubro de 2014.   
 

 

 

 

Informativo "Souza Docca"

Setembro 2012

1.Eventos da Semana da Pátria

Desfile no Bairro do Passo.

No dia 1º de setembro, sábado, a Companhia Souza Docca prestigiou o tradicional desfile cívico-militar realizado no Bairro do Passo, que se situa nas margens do Rio Uruguai, entorno do antigo porto de São Borja. Para o evento foi designado um pelotão de militares da unidade para prestigiar essa verdadeira antecipação do desfile principal na cidade (a ser realizado no dia 07 de setembro). Na ocasião, o pelotão foi comandado pelo 2º Ten Kettz.

Desfile no Bairro do Passo.

No dia 16 de setembro, um grupo de militares da Companhia Souza Docca, participou do desfile cívico alusivo às comemorações de 7 de setembro na cidade de Crissiumal. Esta cidade é um dos municípios do Rio Grande do Sul que fornece cidadãos para o serviço militar obrigatório na nossa unidade. Naquele evento cívico, o grupamento, comandado pelo 1º Ten Kettz, deu mostras de grande vibração e entusiasmo perante o público daquela cidade do noroeste gaúcho.

Desfile em Crissiumal.

No dia 16 de setembro, um grupo de militares da Companhia Souza Docca, participou do desfile cívico alusivo às comemorações de 7 de setembro na cidade de Crissiumal. Esta cidade é um dos municípios do Rio Grande do Sul que fornece cidadãos para o serviço militar obrigatório na nossa unidade. Naquele evento cívico, o grupamento, comandado pelo 1º Ten Kettz, deu mostras de grande vibração e entusiasmo perante o público daquela cidade do noroeste gaúcho.

Desfile em Nhu-Porã.

O distrito de Nhu-Porã (campo lindo em tupi-guarani) abriga uma importante comunidade do município de São Borja, na encruzilhada das estradas ligam São Borja, Santiago e o 1º Distrito Rural do município (onde se situa a Coudelaria de Rincão). Para esse evento, que ocorreu no dia 02 de setembro, a unidade determinou o comparecimento de um pelotão de seus militares, comandados pelo 1º Tenente João Carvalho.

Desfile no Centro de São Borja.

As comemorações do 7 de setembro em 2012, culminaram com o desfile de civis e militares no centro de São Borja. O desfile, como nos demais anos, ocorre no sentido inverso àquele usual na rua General Marques, sendo que o palanque das autoridades tradicionalmente se situa junto a Praça XV de novembro. Desfilaram pela Companhia todo o pessoal pronto para o serviço, à exceção do pelotão de serviço, bem como diversas viaturas e equipamentos de engenharia orgânicos da unidade.

 

2.2ª Inspeção Logística 2012.

Na quarta-feira, dia 26 de setembro, a Companhia Souza Docca recebeu a 2ª Inspeção Logística do Comando da 1ª Brigada de Cavalaria Mecanizada no ano de 2012. Na ocasião, a unidade foi inspecionada pelo Exmo Sr Gen Bda Valério Stumpf Trindade, Comandante da 1ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, e uma equipe de oficiais e sargentos logísticos da Brigada José Luiz Menna Barreto, chefiada pelo Major Alexandre Nascimento Veiga. A inspeção visou verificar os problemas logísticos da Companhia, bem como permitir que eventuais boas práticas sejam passíveis de serem disseminadas, de pronto, por toda a Brigada José Luiz Menna Barreto.

 

3. Operação Fronteira Sul II.

A 1ª Companhia de Engenharia de Combate Mecanizada, mais uma vez, participou da Operação Fronteira Sul II, atividade do Comando Militar do Sul destinada ao emprego de tropa, em coordenação com outros órgãos federais e estaduais, no combate aos delitos transfronteiriços e ambientais. A operação se desenvolveu, simultaneamente, nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Na operação, a Companhia Souza Docca, como vem fazendo desde o início desse tipo de operação, há alguns anos, reforçou os regimentos da 1ª Brigada de Cavalaria Mecanizada com equipes de navegação, para realizar patrulhas na rede fluvial das Missões.

 

4. Apóio ao Curso de Precursores Paraquedistas.

Na semana de 16 a 18 de setembro, um grupo de militares do Pelotão de Equipagem de Assalto da Companhia Souza Docca apoiou o Curso de Precursores Paraquedistas, turno de 2012, que realizou parte de suas atividades na Região das Missões. Os alunos e instrutores, todos oriundos do Centro de Instrução Paraquedista General Penha Brasil, no Rio de Janeiro, solicitaram, e receberam, o apoio de material de engenharia (botes, coletes salva-vidas e motores de popa) para suas intensas atividades de instrução. Como os rios da região ainda estavam muito rasos devido à longa estiagem, as missões de navegação exigiram grande perícia por parte das tripulações da engenharia de combate comandados pelo 3º Sgt GONÇALVES.

 

5. Estágio de Explosivos e Munições.

No período de 17 a 21 de setembro de 2012, a 13ª Companhia Depósito de Armamento e Munição (13ª Cia DAM), realizou estágio para as unidades da 3ª Região Militar, que contou com a presença de 30 militares. O Estágio foi desenvolvido com o objetivo de capacitar os Oficiais e Sargentos da área do Comando Militar do Sul (CMS) a exercerem as seguintes atividades críticas: controle de estoque e empaiolamento de munições, destruição de engenhos falhados e prevenção da ocorrência de acidentes na instrução. A Companhia Souza Docca foi representada pelo 3º Sgt Eng Alan de Moraes Leal, que em nossa OM é um dos componentes do grupo de explosivistas.

 

6. Tiro de Metralhadora Pesada.

No dia 26 de setembro a Companhia Souza Docca realizou o tiro de instrução básico (TIB) para as guarnições de metralhadora pesada (Metralhadora Browning .50) da unidade. O tiro foi realizado no Estande de Tiro do Campo de Instrução de Rincão, e foi conduzido pelo 1º Ten João Carvalho. A 1ª Companhia de Engenharia de Combate Mecanizada, por doutrina, deve possuir militares capacitados para realizar tiros com metralhadoras pesadas, particularmente por ser esse o armamento típico das viaturas blindadas que a unidade tem previsão de operar.

 

7. Plano Interno de Obras da Unidade.

No início do mês de setembro a Companhia Souza Docca concluiu a reforma geral da Garagem 3 da unidade. Esta reforma demorou mais tempo devido à necessidade de substituição não somente de seu telhado, mas também da recuperação e reforço do piso da referida benfeitoria. O Grupo de Serviços Gerais (construções verticais) da unidade prossegue agora com as reformas do telhado do pavilhão da subtenência, que deve ser concluído, em meados do mês de outubro. Paralelamente, com auxílio de seus próprios integrantes, a Companhia Souza Docca vem reformando as instalações da sua oficina mecânica, cujas obras demorarão mais alguns meses.

 

8. Valores Técnicos da Souza Docca - Grupo de Serviços Gerais.

O grupo de serviços gerais (ou construções verticais) é parte integrante da Seção de Comando da Companhia Souza Docca. Ao longo de nosso dinâmico ano de instrução, além de executar com muita maestria as diversas reformas necessárias à modernização do aquartelamento, os “serviços gerais” realizam diversos pequenos e médios reparos, os quais muitas vezes deixam de ser objeto de elogio por parte dos integrantes da Companhia (vide o mosaico de imagens). O grupo possui militares com elevada habilidade técnica, destacando-se, naturalmente, pedreiros, pintores, serralheiros e outros artífices. Essa equipe, comandada pelo 3º Sgt QE Valdomiro RAMIRES Paz, é sinônimo de qualidade, competência e segurança para o dia-a-dia de nosso aquartelamento.

 

9. Fornecimento de Equipamento Rádio.

No mês de setembro, a 1ª Companhia de Engenharia de Combate Mecanizada recebeu do escalão superior um repasse de equipamentos rádio recentemente fornecidos para a 1ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (1ª Bda C Mec) devido a Operação Guarani 2012. Esta foi uma operação conjunta entre os Exércitos argentino e brasileiro, realizada em junho de 2012 (e prevista para se repetir em 2013). A Companhia Souza Docca recebeu modernos equipamentos rádio Motorola XTS 1500 (portátil) e XTL 2500 (veicular), preenchendo com isso uma antiga lacuna de material da unidade.

 

10. Apresentação de Militar (3º Sgt Meireles).

No dia 24 de setembro, apresentou-se na Companhia Souza Docca o 3º Sgt da Arma de Comunicações Meireles, egresso do 3º Grupo de Artilharia de Campanha Auto-Propulsado “Regimento Mallet”, situado em Santa Maria/RS. O 3º Sgt Meireles é natural de São Borja, é casado, sendo pai de 02 (dois) filhos. Inicialmente, o Sgt Meireles irá compor a equipe de trabalho da 4ª Seção (Logística), em substituição ao 3º Sgt Heck que foi movimentado. Sendo da arma de Comunicações, o Sgt Meireles certamente irá colaborar com a unidade, que recentemente foi agraciada com diversos equipamentos-rádio de última geração.

 

11. Promoção de Militares (Cabos EV).

No dia 13 de setembro de 2012, os soldados promovidos à graduação de cabo, a contar de 1º de setembro de 2012, em formatura geral da unidade, receberam oficialmente as divisas de cabo e os cumprimentos do Comandante da Companhia. Nessa mês foram promovidos os seguintes militares: Sd EV 401 JEFERSON Adriano Wendpap, Sd EV 328 Vagner Reinoco de CASTRO, Sd EV 400 Rafael Machado BORGES, Sd EV 302 CARLOS Alexandre da Cruz Figueiredo, Sd EV 330 Diogo da Costa CRAUS, Sd EV 402 Willian da Silva FERNANDES. Todos os militares promovidos a cabo temporário, ao passar para a reserva, já no ano que vêm, manterão a graduação a que foram merecedores.

 

12. Semana Farroupilha.

A Semana Farroupilha é um período festivo que comemora, em todo o Rio Grande do Sul, a Revolução Farroupilha e seu desfecho honroso para todos os oponentes (no fundo brasileiros). Neste ano, de 13 a 20 de setembro, mais uma vez, a cidade encheu-se de fandangos (bailes com trajes típicos), cavalgadas e outras atividades de cunho nativista. No âmbito da unidade a Semana Farroupilha foi aberta com uma solenidade de abertura em conjunto com os integrantes do “Piquete Revivendo o Passado”, entidade tradicionalista da 3ª Idade, que costumeiramente tem permissão de uso do “galpão crioulo” da Companhia Souza Docca. Ao longo da semana festiva, o referido Piquete realizou diversos bailes, também na área de lazer, com presença de seus membros e grande número de famílias da sociedade são-borjense.

Copyright 2008 - 2012 © ST Volmir, Todos os direitos reservados.